Os filhos do futuro


A contemporaneidade tem sido marcada pela intensa preocupação com o porvir. Individualmente, nos concentramos em adiar a passagem do tempo, nos mantendo  belos e jovens.  O  desejo de alcançar os melhores postos de trabalho começa muito cedo.  E coletivamente a ansiedade impera nos diálogos e perspectivas.  Diante de tamanhas cobranças, questionamos como serão os filhos do futuro.
Será que conseguirão conciliar exigência e felicidade?
Conectarão oportunidade e desempenho?
No mundo exigente em que vivemos, tomara que sejam mais leves...

Nenhum comentário: